14/06/2024
Diogo Gradim analisa decisões a favor de Bolsonaro e podem reverter inelegibilidade
A decisão do Ministro Raul Araújo, que anulou uma das condenações de Jair Bolsonaro, e suscita dúvidas sobre a possibilidade de reverter a inelegibilidade do ex-presidente é analisada pelo especialista em Direito Eleitoral e integrante da ABRADEP, Diogo Gradim, para a revista Fórum.
12/06/2024
Marcos Rafael Coelho defende instrumentos previstos na legislação eleitoral para combater as fake news nas eleições
O Congresso Nacional manteve o veto à criminalização das fake News. Para o servidor do TRE-MS e integrante da ABRADEP, Marcos Rafael Coelho, em entrevista para o Diário do Nordeste, os instrumentos previstos na legislação eleitoral são suficientes.
06/06/2024
Fernando Neisser avalia o legado de Alexandre de Moraes no TSE
O Ministro Alexandre de Moraes deixa a presidência do TSE, marcada pela luta contra fake news e questionamentos, e, segundo o professor Fernando Neisser, em entrevista à Folha de S.Paulo, "foi essencial ter uma pessoa com a personalidade e capacidade de trabalho" de Moraes.
28/05/2024
Especialistas da ABRADEP comentam as regras da pré-campanha, para a Folha de S.Paulo
Os especialistas em Direito Eleitoral da ABRADEP, a professora e coordenadora de Comunicação da Academia, Amanda Cunha, e os professores e doutores em Direito Fernando Neisser e Walber Agra comentaram as regras desse período para a Folha de S.Paulo.
02/05/2024
Renato Ribeiro e Anne Cabral comentam o legado de Alexandre de Moraes no TSE
Em entrevista para o Poder 360, o professor doutor e coordenador da ABRADEP, Renato Ribeiro, e a mestra em Direito Anne Cabral destacam aspectos cruciais sobre a saída de Alexandre de Moraes e a entrada de Carmen Lúcia na presidência do TSE, em junho.
17/04/2024
Especialistas comentam os gastos do fundo partidário, para a Folha de S.Paulo
Na recente decisão do TRE do Paraná sobre o caso do senador Sergio Moro, o debate sobre o uso de recursos públicos para segurança pessoal de filiados ganhou destaque. Enquanto alguns juízes questionaram a legalidade desses gastos, destacando que não há previsão legal para tal uso.