Pandemia pode reduzir participação feminina nas eleições deste ano

A crise causada pelo novo coronavírus tem afetado de forma mais dramática a vida das mulheres. Elas estão mais sujeitas à redução da atividade econômica, à sobrecarga de trabalho doméstico e, no caso das que são mães, ao encargo adicional do cuidado dos filhos. Para além dos efeitos econômicos e sociais, a pandemia também pode prejudicar a presença feminina nas eleições municipais em novembro deste ano.

Para mulheres que já atuam no campo político, há um temor que o número de candidatas diminua neste pleito. A presença da mulher na política é historicamente e significativamente mais baixa em relação à do homem.

No Espírito Santo, na última eleição municipal em 2016, apenas quatro dos 78 municípios elegeram prefeitas, destaca publicação do site A Gazeta. Nas Câmaras Municipais, o cenário não é diferente. É só observar nos Legislativos das quatro maiores cidades da Região Metropolitana de Vitória. Hoje, Serra, Vitória, Vila Velha e Cariacica possuem 74 vereadores, mas apenas sete são mulheres.

Clique AQUI e confira a reportagem na íntegra

EnglishPortugueseSpanish